A Bancarização Rural é um programa implementado pela Gapi SI, no âmbito da estratégia de desenvolvimento e apoio ao sector privado nacional, que tem como uma das componentes estruturantes, a expansão de uma rede descentralizada de bancos rurais, que visa contribuir para a edificação de um sistema financeiro mais inclusivo.

Bancos Rurais criados

No âmbito da implementação deste programa, já se encontram em fase de funcionamento e/ou montagem, designadamente os bancos rurais de Marrupa e Mandimba (Niassa), Yingwé-Morrumbene (Inhambane), Caixa de Caia (Sofala), Tsangano (Tete), Ribaué (Nampula) e Morrumbala (Zambézia), Yingue MicroBanco (Inhambane), Caixa Mulher ( Maputo Província) numa lista de cerca de 35 instituições semelhantes a serem implantadas em várias regiões do país, com vista ao desenvolvimento das finanças rurais.

Relevância

Para a Gapi SI, a bancarização rural tem também uma perspectiva social. Um trabalho em curso é a “alfabetização financeira” através dos Grupos de Poupança e Empréstimo (GPE). Aí as pessoas aprendem a poupar, assim como a assumir responsabilidades quando pedem emprestado. Aprendem também a administrar esses negócios de poupança e empréstimos por via de registos manuais simplificados. A rede da Gapi SI neste sector, abrange mais de 300 GPEs em zonas rurais.

São objectivos/finalidades destes bancos

  • Mobilização das poupanças da população rural;
  • Oferta de oportunidades de depósitos seguros e remunerados;
  • Conversão desses recursos em financiamento dos negócios das pequenas empresas que operam localmente e geram postos de trabalho.
Close Menu