Maputo: Prosul apresenta plataforma de inovação aos agricultores

Maputo: Prosul apresenta plataforma de inovação aos agricultores

A Gapi, na qualidade de implementadora da componente da cadeia de valor da horticultura, no âmbito do Prosul (Projecto de Desenvolvimento das Cadeias de Valor nos Corredores de Maputo e Limpopo), apresentou recentemente aos agricultores dos regadios estabelecidos em Namaacha e Moamba uma plataforma que engloba o programa de aquisição de insumos e o programa de promoção de centro de serviços agrícolas.

A plataforma vai permitir que o agricultor tenha liberdade, na aquisição de insumos e de fertilizantes através de um sistema designado voucher que será comparticipado em valor simbólico pelo mesmo. A maior parte do valor do voucher será coberto pelo Prosul – Fundo de Desenvolvimento Agrário. Este sistema vai permitir uma melhor ligação de mercado entre o agricultor e os fornecedores e dessa forma garantir independência para ambos actores, continuidade e sustentabilidade. Vai permitir também a promoção de centros de serviços agrícolas que vai incentivar os agricultores a organizarem-se em cooperativas para o desenvolvimento de um plano de negócio o qual a Prosul irá co-financiar até 80%.

A reunião contou para além dos agricultores, com a presença de alguns provedores de serviços e do Governo local. Foram levantados vários pontos a serem melhorados na implementação do projecto tanto pelos agricultores assim como pelos provedores de serviço. Uma das prioridades para este ano é a construção de mais 5 sombrites e a reabilitação de cerca de 600 hectares de regadio.

O Governo local parabenizou a iniciativa da equipa da Prosul e reiterou: “recentemente traçamos o plano estratégico de desenvolvimento do distrito e agradecemos a Prosul por eleger esta vila para a realização desta reunião que cremos que foi uma mais-valia para todos os presentes e vai contribuir para o crescimento da cadeia de valor da horticultura” – Secretário Permanente da Namaacha, Salvador Matimene.

A Gapi a componente de horticultura desde 2014. Esta é uma iniciativa do Governo de Moçambique com o financiamento do Fundo Internacional para o Desenvolvimento da Agricultura (FIDA) e tem a duração de 5 anos.

Deixe uma resposta

Close Menu