Em Sussundenga a má-nutrição tem dias contados

Em Sussundenga a má-nutrição tem dias contados

Na Vila sede do distrito de Sussundenga, na província de Manica, funciona a Associação Nova Vida, uma agremiação que conta com 10 membros e se dedica ao processamento e produção de jam, sumos, farinha de milho, leite vegetal de soja, com que fazem biscoitos, iogurte, que os revendem nos mercados locais e nas feiras.

“Um dos maiores problemas do nosso distrito é a desnutrição crónica que tem levado muitas crianças ao internamento. Assim temos feitos papas de farinha de soja, amendoim, mandioca e madumbe, para que as mães possam aprender e melhorarem a nutrição”, explica Morina Madana, casada e mãe de sete filhos, presidente da Associação Nova Vida.

Este grupo de mulheres é um dos 150 que foi abrangido pelo programa financiado pelo Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) e coordenado pelo Ministério do Género, Criança e Accão Social e para cuja implementação foi contratada a Gapi.

“Depois das formações que a Gapi organizou, já estamos a aplicar essas experiências. Os resultados são muito satisfatórios. Conseguimos reduzir os casos de internamento das crianças por má-nutrição e também aumentar os nossos rendimentos. Veja que nem eu nem meu marido trabalhamos, mas com o rendimento que temos na associação, conseguimos cobrir as nossas despesas e levar os filhos à escola” – acrecescentou Morina .

No âmbito do referido programa, que visa empoderar a mulher e desenvolver as suas habilidades, está a ser construído um pequeno edifício onde será instalado equipamento básico que vai permitir aumentar a produção, bem como melhorar as condições higiénicas e do acondicionamento da produção.

Morina Madana, casada e mãe de sete filhos, é presidente desta associação que, além de produção, processamento e comercialização, participa, fruto de diversas formações ministradas pela Gapi, em demonstrações sobre como usar a produção local, para melhorar a dieta e a nutrição.

Madana garante que, apesar de ainda haver muitos problemas de nutrição, “ há diminuição do número de crianças com sinais exteriores de má-nutrição, nomeadamente, cabelo amarelecido, olhos encovados e barrigas grandes”. É caso para dizer que: “em Sussundenga a má-nutrição tem os dias contados”.

Deixe uma resposta

Close Menu