Comercialização agrícola na agenda da Gapi

A Associação dos Produtores Ikuru (API) de Nampula, iniciou a presente campanha de comercialização com a compra de excedentes agrícolas aos seus cerca de 20 mil membros, fornecendo no passado dia 11 de Julho as primeiras 30 toneladas de amendoim à sua empresa Ikuru-SA, sedeada nos arredores da capital económica do Norte de Moçambique. Apesar deste arranque promissor subsistem preocupações devido à falta de capacidade de financiamento em condições de se beneficiar os camponeses e, em geral, os produtores de pequena escala.

A API é uma das sessenta (60) pequenas e médias empresas (PMEs), entre as quais doze organizações de produtores de pequena escala do tipo associações e cooperativas, que estão a receber assistência técnica e financeira da Gapi para intervirem na comercialização dos excedentes agrícolas dos camponeses.

As 14 delegações da Gapi operando nas principais regiões agrícolas do país, com enfoque nos corredores da Beira, Vale do Zambeze, Corredores de Nacala e Lichinga-Pemba, Vales do Umbelúzi e Limpopo têm negociado projectos de financiamento e assistência técnica com PMEs que, pela sua forma de intervenção, possam melhorar as receitas dos camponeses comercializando em tempo oportuno as suas colheitas. Para a operação de comercialização agrícola em 2017 a Direcção de Financiamento da Gapi alocou um fundo na ordem dos 120 milhões de Meticais.

A API é um exemplo deste modelo de intervenção e, por isso, já beneficiou nesta primeira fase de um financiamento de cerca de 3 milhões de meticais. Com este financiamento a API deve ainda fornecer à até ao mês de Outubro, à empresa de comercialização Ikuru, mais de 100 toneladas de vários produtos como o feijão cute, a soja, o gergelim e o milho. Através de um outro contrato de financiamento e após a comercialização destes grãos, a API pode ter acesso a um novo financiamento da Gapi para participar na comercialização de cerca de 400 toneladas de castanha de caju.

“A nossa organização é constituída por 29 associações de produtores e apesar de sermos uma família grande, sentimos algum receio quando recebemos este desafio, pois não sabíamos se íamos conseguir, mas com o apoio que nos foi dado pela Gapi estamos a conseguir. Hoje é um dia ímpar para nós todos. É a nossa bandeira de produtores de Moçambique que está no alto. Estamos a trabalhar para alcançar novas metas.” – disse Orlando Yozahale, Presidente do Conselho de Direcção da API.

A Gapi está a prestar assistência técnica a mais de uma centena de organizações de produtores intervenientes na comercialização agrícola. As que evidenciam potencial de crescimento económico e de boa governação são elegíveis a financiamentos de diversa natureza. Para a recente campanha agrícola a Gapi identificou a nível nacional as 12 organizações de produtores melhor preparadas para participarem na comercialização agrícola e, por via disso contribuírem para a melhoria dos rendimentos dos produtores agrícolas.

“A procura de financiamento nesta campanha de comercialização agrícola é enorme. Para poder responder à necessidade de financiamento desta nossa rede de parceiros na campanha de comercialização agrícola seriam necessários seis milhões de dólares americanos, ie, uns cerca de 350 a 400 milhões de Meticais. Não temos disponibilidade dessa liquidez neste momento.  Estamos longe de poder responder a essa procura. É sabido que existem recursos financeiros dormentes em várias instituições, ou actualmente subutilizados, mas se pudessem ser aplicados através da nossa rede teriam um impacto positivo muito maior no bem-estar e melhoria de rendimentos de dezenas de milhar de produtores agrícolas e famílias rurais” – afirmou o Director Financeiro da Gapi, Amiro Abdula.

Sendo a Gapi-SI uma instituição financeira de desenvolvimento, a sua intervenção no processo e nas redes de comercialização das colheitas agrícolas, está também a investir nas unidades que acrescentam valor às culturas: armazéns rurais de conservação, unidades para a limpeza e selecção, laboratório de controlo de qualidade e em unidades de empacotamento adequadas aos diferentes mercados.

Deixe uma resposta

Close Menu